Cidadeverde.com

Policiais interceptam ônibus na BR-135 e apreendem mochila com drogas

Um homem identificado como Wanderson Martins Vieira, 22 anos, foi preso na BR-135 dentro de um ônibus interestadual na manhã deste sábado (28). O jovem teria ido comprar drogas em Brasília e teria sido flagrado com 3,5 quilos e meio de maconha dentro de uma mochila.

"A Polícia Civil já estava investigando o suspeito e conseguimos monitorar a saída que foi na última quinta-feira (26) e a chegada hoje pela manhã. O ônibus foi interceptado e, primeiramente, ele negou mas depois confirmou que teria ido pegar a droga em outro estado e a dividiria com um comparsa conhecido como Fudu", disse José de Anchieta, chefe de investigação da 9ª regional de Polícia Civil. 

A droga era transportada em uma mochila onde a Polícia Civil, em parceria com a Polícia Militar, encontrou ainda um playstation, sem comprovação de origem, e que seria também entregue a Fudu. A prisão ocorreu por volta das 11h, a cerca de 20 km do desembarque na cidade de Bom Jesus. 

"Ele é bastante conhecido da polícia e tem outros parentes envolvidos com o tráfico de drogas como um irmão, tios e uma prima", finaliza José de Anchieta. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Detran realiza cerca de 600 exames práticos no Sul do Estado

Dando celeridade ao processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aos candidatos que residem no interior do Estado, as bancas examinadoras do Departamento Estadual do Piauí (Detran-PI) realizaram, no último fim de semana, 598 exames práticos, com o índice de 63,38% de aprovação  nas cidades de Bom Jesus e São Raimundo Nonato. Nesta sexta-feira (27) e sábado (28), os examinadores seguem para a cidade de Parnaíba. 

As provas foram realizadas tanto para a primeira carteira de motorista quanto para adição de novas categorias de habilitação: “A”, “B”, “C”, “D” e “E”. Para ter direito ao teste, o candidato deve obedecer aos requisitos específicos da categoria escolhida e as aulas devem ser realizadas em um Centro de Formação de Condutores (CFC).
 
O diretor-geral do Detran-PI, Arão Lobão, avalia como positiva a criação das regionais que facilitou os acessos dos candidatos do interior do Piauí aos testes práticos, antes só realizados em Teresina. “A medida otimizou o atendimento e desburocratizou a realização dos testes, que agora atende todos os municípios onde existem CFCs”, declarou.
 
O agendamento para a realização da prova estará disponível sete dias antes da chegada da banca examinadora na regional. Terão prioridades os processos de candidatos de Primeira Habilitação com data de vencimento de até 120 dias, contados da data prevista para a realização dos testes práticos. “Já, os processos que estejam com data de vencimento de até 30 dias e não conseguiram vagas nas regionais, não necessitam de autorização para fazer o exame em Teresina”, acrescenta Arão Lobão.


 
Também compõe as regionais do Estado, as cidades de Piripiri, Picos, Floriano e Corrente, que receberão as bancas examinadoras em datas já estabelecidas. As provas práticas são avaliadas seguindo as normas da Resolução nº 168, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) de 14 de dezembro de 2004, onde são estabelecidos normas e procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e dá outras providências.
 
As bancas são compostas por 42 examinadores e cinco secretárias, designados, conforme legislação, pelo diretor-geral do Detran, além de possuírem curso específico para o exercício da função.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Detran realiza provas de baliza e percurso em municípios do interior do PI

Uma banca examinadora do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran) se deslocará aos municípios de Bom Jesus e São Raimundo Nonato. Nesta sexta-feira e sábado, dias 20 e 21, serão realizados provas de percurso e baliza. Para dar celeridade aos 14 mil processos de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de candidatos que residem no interior do Piauí com vencimento até 31 de agosto, o estado foi dividido em sete regionais, a fim de descentralizar os testes na capital. Nos dois municípios os teste acontecem 

 


 Para o diretor-geral do Detran, Arão Lobão, as regionais irão desburocratizar e facilitar aos candidatos o acesso  às provas práticas, atendendo a todos os municípios onde existem Centros de Formação de Condutores (CFC). “A Diretoria de Habilitação nos informou sobre o caso e adotamos essa medida para dar vazão aos processos. Agora não há mais necessidade de solicitar pedido de deslocamento junto ao Departamento para realizar as provas em uma dessas regionais”, esclarece o diretor.

Também compõe as regionais do estado as cidades de Parnaíba, Piripiri, Picos, Floriano e Corrente, que receberão as bancas examinadoras em datas já estabelecidas. O agendamento para a realização da prova estará disponível sete dias antes da chegada da banca examinadora na regional. Terão prioridades os processos de candidatos de primeira habilitação com data de vencimento de até 120 dias, contados da data prevista para a realização dos testes práticos. Os processos que estão com data de vencimento até 30 dias e não conseguiram vagas nas regionais, não necessitam de autorização para fazer o exame em Teresina.


 
Os exames práticos são avaliados seguindo as normas da Resolução nº 168, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 14 de dezembro de 2004, onde são estabelecidos normas e procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e outras providências.
 
As bancas são compostas por 42 examinadores e cinco secretários, designados, conforme legislação, pelo diretor-geral do Detran, além de possuírem curso específico para o exercício da função. A expectativa é que cerca de 900 exames práticos de percurso e baliza sejam realizados em cada regional do Estado.

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

No hospital de Bom Jesus faltava até soros e luvas, diz novo diretor

O Hospital Regional de Bom Jesus (a 632 km de Teresina) enfrenta uma das piores crises financeiras. Referência de atendimento para 11 municípios no Sul do Estado, a unidade de saúde não tinha sequer luvas, soros, ou esparadrapo para assistência médica. Após uma intervenção, o hospital tem nova diretoria nomeada pelo governador Wellington Dias (PT).

O Cidadeverde.com recebeu fotos da situação caótica em que se encontra o Hospital Regional de Bom Jesus. Equipamentos caros sendo desgastados pelo tempo e material sucateados.

O novo diretor Helder Meneses, que assumiu há menos de uma semana, conta que o quadro era crítico. “Faltava tudo. Desde luvas, soro, dipirona, e esparadrapos”, disse.

Três meses sem medicamentos, o diretor revela com entusiasmo que já conseguiu negociar com os fornecedores e abasteceu o hospital.

“Já regularizamos o abastecimento do hospital com medicamentos e agora estamos tentando sanar as dívidas”.

Segundo levantamento da atual direção, o hospital tem uma dívida de mais de R$ 500 mil.

Atualmente, a direção enfrenta um empecilho, pois precisa de determinado medicamento para pacientes e não encontra junto aos  fornecedores ou farmácias locais.

“Empenhamos as dívidas de setembro e outubro, protocolamos na Secretaria Estadual de Saúde, pra ver se alivia no final do mês. Vamos pedir ao governo que nos ajude para amenizar o quadro”, disse Helder Meneses, que é fisioterapeuta e é natural de Parnaíba. 

Na próxima semana, o diretor virá a Teresina para uma reunião com o governador e o secretário de Saúde, Francisco Costa, para resolver as demandas do hospital.

 

 

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com  

Carro roubado em São Paulo é apreendido a serviço de funerária

Fotos: Thiago Santana

Um carro roubado em São Paulo foi apreendido no município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina, em abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Civil do município, nesta quinta-feira (08). Segundo José de Anchieta, chefe de investigação da 9ª regional de Polícia Civil, o veículo estava a serviço de uma funerária que presta serviços também em Corrente e Gilbués. 

"O carro foi levado de assalto da cidade paulista de Araraquara no início de 2014. Já tínhamos informações que o veículo estava rodando na cidade com a placa DSE 2239, ano 2006, e a verdadeira proprietária já foi informada da localização do carro", explica Anchieta. 

O veículo foi apreendido na própria funerária localizada no bairro Aeroporto, avenida Dr.Raimundo Santos. No momento da abordagem, apenas um funcionário estava no local e informou que o veículo estava à serviço da empresa há cerca de quatro meses. 

"O proprietário ainda não foi localizado, mas será ouvido e pode responder ao crime de receptação", finaliza José de Anchieta.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Carga de vidro desaba de caminhão e mata empresário em Bom Jesus

Um empresário identificado como Clécio Brito morreu de forma trágica após uma carga de vidro desabar sobre ele na noite desta quarta-feira (17) em Bom Jesus, a 632 km de Teresina. De acordo com José de Anchieta, chefe de investigação da 9ª regional de Polícia Civil, o empresário tentou ajudar os funcionários que descarregavam o caminhão em sua empresa.

              Fotos: B1

Carga de vidro desaba sobre empresário no bairro Alto Alegre

"Ele estava recebendo uma encomenda de um vidro que havia comprado para a marmoraria dele. O motorista estacionou só que o caminhão ficou de forma inclinada na rua e a carga também. Eles foram descarregar e quando o motorista tirou as cordas os funcionários perceberam que ia cair, mas ele não viu e tentou segurar o vidro, que desabou por inteiro sobre ele", explicou Anchieta.

O acidente ocorreu por volta das 19h30 na rua projetada, bairro Alto Alegre, na empresa de Clécio. A vítima é natural do município de Corrente.

De acordo com Thaís Dayanne Costa, coordenadora geral de enfermagem do Hospital Regional Manoel de Souza Santos, o SAMU chegou a ir ao local do acidente, mas a vítima já estava em óbito.

"Ele teve politraumatismo craniano pois os vidros perfufraram vários pontos e a maior pancada foi na cabeça, o levando a íbito imediatamente", explicou a coordenadora.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Família procura aposentada desaparecida em Bom Jesus

A família da aposentada Rose Maria da Silva Demleitner está a procura da mulher, de 57 anos, desaparecida na última quinta-feira (23) no município de Bom Jesus, a 632 Km de Teresina. Segundo familiares, a maior preocupação é por conta do estado de saúde, já que ela sofre de epilepsia e precisa tomar os remédios regularmente.


Segundo informações dadas aos familiares, um casal teria visto Rosa Maria na região da Palmeirinha. "Disseram que ela estava na Palmeirinha e meu pai foi lá procurar por ela, mas não encontrou. Não sabemos mais o que fazer", relatou a neta, Juliana Demleitner.

A jovem informou ainda que foram feitos cartazes para ajudar na procura. "Fizemos cartazes e estamos espalhando pelas cidades próximas, colando em postos de gasolina. Já batemos em quase todas as casas de Bom Jesus a procura dela", disse.

A família teme que sem o remédio que controle a epilepsia, Rosa Maria tenha pedido carona com algum motorista na estrada. "Foi feito uma busca no local onde ela foi vista pela última vez, mas até agora nada. Foram espalhados os cartazes e estamos aguardando alguém entrar em contato", afirmou o capitão Valter Pinto.

Segundo a neta, a razões para acreditar que Rose Maria esteja com seu documento de identidade e CPF. "Temos esperança que alguém a encontre e ligue para nós ou que ela volte por conta própria, porque ela pode ter tido uma crise e depois ter voltado ao normal", contou Juliana.

Caso tenha informações sobre o paradeiro de Rose Maria entre em contato com a família através dos telefones: (89)81066856; (89)99122605; (89)81125034 e (89)99155811.

Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com

Caminhão com carga de soja tomba em rodovia de Bom Jesus

Um caminhão carregado de soja tombou na noite da última sexta-feira (24) na BR 135 em Bom Jesus, a 632 km de Teresina. Segundo informações de um portal da região, a carga estava avaliada em R$ 220 mil. De acordo com o capitão Walter Pinto, comandante da PM no município, o acidente ocorreu em um desnível no acostamento da rodovia onde são frequentes acidentes como este.

Fotos: Adany Oliveira

"Só esse ano, mais de 10 veículos já tombaram nesse local. O acostamento lá é mais baixo que a pista se o pneu tocar no acostamento e o motorista for tentar voltar para a pista é tombamento na certa", explicou o policial.


O motorista teve ferimentos leves mas foi levado para o hospital de Bom Jesus pelo SAMU. A viatura da PM esteve no local para evitar furtos e a carga foi transferida para outro veículo da empresa.





Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Ministério Público empossa novos promotores de quatro cidades

A Procuradoria Geral de Justiça do Piauí (PGJ) realizou, nesta segunda-feira (20), a solenidade de posse dos promotores de Justiça substitutos Leonardo Monteiro, Fabrícia de Oliveira, Edgar Bandeira Filho e Gerson Pereira. Eles assumirão as comarcas de Bom Jesus, Uruçuí, Monte Alegre e Gilbués.

Fotos: Divulgação
 
Durante a solenidade, que foi realizada na sede da PGJ e conduzida pelo procurador geral de Justiça em exercício, Luís Francisco Ribeiro, os empossados realizaram a assinatura do termo de posse e o juramento oficial. O novo promotor Gerson Pereira discursou representando os colegas.
 

“Escolhemos a importante missão de ser promotor porque não conseguimos viver com o desrespeito aos direitos básicos do cidadão. O cargo no qual agora tomamos posse não nos tira a condição de cidadão comum pertencente à sociedade e sensível aos problemas da comunidade, mas nos torna protagonistas da restauração da ordem”, destacou Gerson Pereira.
 

Após a solenidade, os novos promotores de Justiça participaram de uma palestra sobre o perfil do Ministério Público. O presidente da APMP, Paulo Rubens Parente Rebouças, ministrou a palestra, que faz parte do curso de adaptação realizado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), com aulas até a próxima quinta-feira (23).

 
Durante a palestra, o Paulo Rubens destacou a necessidade de ações efetivas do MP para o combate da criminalidade. “O MP passou a ser um burocrata em processo penal. Não está correta a atuação de pegar um processo e passá-lo para frente. Precisamos de ações conjuntas que revertam o quadro de criminalidade em nosso país”, enfatizou o promotor.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

MP aponta irregularidades e entra com ação para garantir reforma do presídio

A 1ª Promotoria de Justiça de Bom Jesus ajuizou ação civil pública contra o Estado do Piauí, após vistoria do Ministério Público na Penitenciária Regional de Bom Jesus. Segundo a Promotora de Justiça Gabriela Almeida de Santana, no local foram diagnosticadas várias irregularidades, entre estas, a superlotação, instalações precárias, celas insalubres e segurança falha. 

De acordo com a representante do MP, o presídio tem capacidade para 76 detentos, mas atualmente abriga 164, sendo que 115 são presos provisórios. Gabriela Diniz aponta também a manutenção de presos provisórios com detentos condenados por sentença definitiva, como outro grave problema.

“Os presos não são classificados segundo os antecedentes e a personalidade, o que dificulta a individualização da pena e, por consequência, a ressocialização, tendo em vista que presos condenados por crimes mais graves são mantidos na mesma cela daqueles que cometeram crimes mais leves, ou, até mesmo, daqueles que sequer foram condenados”, argumenta a Promotora de Justiça", disse a promotora ressaltando ainda que a situação situação desrespeita o Código Penal Brasileiro, as Regras Mínimas da ONU e a Convenção Americana de Direitos Humanos. 

A representante do Ministério Público destaca também deficiências na assistência material aos detentos, que consiste no fornecimento de alimentação, vestuário e instalações higiênicas. 

"As roupas de cama e uniformes estão em péssimo estado de conservação, o que se soma à situação das celas, onde ficam restos de lixo e de alimentos. A assistência à saúde também é deficiente, já que a farmácia do estabelecimento não conta com medicamentos básicos. Constatou-se também que não há um procedimento específico para troca de roupas de cama, de banho e o uniforme caso algum dos detentos seja acometido por doença", reitera.

De acordo com o MP, faltam materiais básicos para desenvolvimento de atividades educacionais e para o trabalho. A penitenciária tem uma padaria e um instrumento capaz de produzir leite de soja, mas ambos estão desativados. Atualmente, os presos desenvolvem um trabalho de artesanato, que consiste na confecção de pulseiras de linha, mas para Ministério Público, o serviço, além de não ter expressão econômica, não é passível de fiscalização e não viabiliza a efetiva capacitação dos detentos. 

“Aos presos – provisórios e definitivos – que se encontram recolhidos na Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Nunez, é negado o direito ao trabalho, e por conseguinte, a oportunidade de se capacitarem para a vida em sociedade”, declarou a promotora.

Outro tema crítico, segundo o MP, é a segurança. No presídio não há cercas eletrificadas, agentes penitenciários suficientes, armamentos, detectores de metais, rádios transmissores e coletes à prova de balas. 

"Falta ainda a instalação de tela de proteção, a fim de evitar fugas, mais câmeras de monitoramento", reitera Diniz. 

Na ação judicial, além de requerer a reforma imediata da penitenciária, o Ministério Público solicitou a ampliação da capacidade do presídio, bem como a transferência dos presos provisórios para a Penitenciária Regional de São Raimundo Nonato (PI).


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores