Campo Maior
  • Campo Maior organiza comissão pare receber médicos cubanos

    Nesta quarta-feira (16), chegam em Campo Maior seis profissionais cubanos que fazem parte do programa ‘Mais Médicos’, do governo federal. O prefeito Paulo Martins se reuniu com o Comitê Gestor de Associações de Moradores que definiram uma comissão de lideranças comunitárias para receber os médicos.


    Eles vão trabalhar no Programa Saúde da Família auxiliando as 19 equipes já existentes no município. O prefeito Paulo Martins comemora a aquisição dos profissionais, isso por que os médicos tem uma filosofia de trabalho voltada para a medicina comunitária.

    O programa Mais Médicos prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. A iniciativa prevê também a expansão do número de vagas de medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil.

    Da Editoria de Cidades
    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 15/04/14, 17:46
  • Museu do "Zé Didor" em Campo Maior participa da Semana Nacional dos Museus

    O Museu do Zé Didor em Campo Maior é o maior museu particular do país e irá participar da Semana Nacional de Museus que acontece anualmente para comemorar o Dia Internacional de Museus (18 de maio), quando os museus brasileiros, convidados pelo Ibram, desenvolvem uma programação especial em prol dessa data. O Museu campomaiorense irá promover realização de exposições, visitas guiadas, shows e palestras.


    O tema norteador dos eventos é o proposto pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM). Nesse ano, a sua 12ª edição ocorrerá entre os dias 12 e 18 de maio, quando instituições museológicas de todo o país promoverão atividades em torno do tema Museus: coleções criam conexões.


    As perspectivas são empolgantes. Na multiplicidade das conexões simbólicas e tecnológicas, ultrapassaremos todas as fronteiras, a fim de que as coleções, criando referências e questionamentos, revitalizem o próprio modelo de museologia a que se destinam.


    Da Editoria de Cidades
    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 14/04/14, 16:37
  • Museu do Zé Didor e prédio da Refesa passarão por revitalização e reforma

    Uma parceria entre o Conselho Comunitário de Sentença e a Prefeitura da Campo Maior vai permitir a revitalização do Museu do Zé Didor, que atualmente funciona no prédio da antiga Refesa. Os detalhes do Termo de Cooperação foram discutidos durante uma reunião, realizada nessa sexta-feira(11) entre o prefeito Paulo Martins e representantes do Conselho de Sentença.


    Na reunião estava presente o juiz Edson Alves da Silva, que é idealizador do Conselho de Sentença. Ele disse que o Museu do Zé Didor guarda acervo importante para a cultura campomaiorense e também para a Justiça da cidade. 

    “Ele guarda documentos datados de 1635 e relatos antigos da nossa justiça”, comentou o juiz.

    Os detalhes da parceria foram apresentados pelo presidente do Conselho Comunitário de Sentença, Marco Pereira, ao prefeito. “Será feita uma revitalização do prédio com uma completa reforma e ainda um trabalho de restauração das peças do acervo do museu”, comentou o presidente.

    Paulo Martins informou que a Prefeitura será parceira desse projeto, até porque tem o interesse em instalar no prédio da Refesa a Coordenadoria de Cultura e Eventos de Campo Maior. “Vamos estrutura o setor de cultura do nosso município e por tanto o prédio é ideal para a nossa sede da cultura”, completou.


    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 12/04/14, 16:10
  • Força Tática de Campo Maior apreende adolescentes de bando especializado em roubar celulares

    A Força Tática da Polícia Militar de Campo Maior apreendeu na noite do domingo (6) dois adolescentes que estariam praticando uma série de roubos a transeuntes na cidade há cerca de um mês. Segundo o comandante do grupo, sargento Luís Cunha, eles eram especialistas em roubo de celulares e trocavam os aparelhos, conforme o modelo, por até quatro pedras de crack.  

    Foto: Portal Líder

    “Estamos há semanas tentando pegar essa quadrilha de roubo de celular em Campo Maior. Eles atuam sempre a dois numa motocicleta abordando as vítimas, geralmente mulheres e adolescentes, tomando os celulares”, descreve. 

    Sob orientação do comandante da PM da cidade, major Rui Cordeiro, o sargento reuniu a Força Tática no domingo e se deslocou para a região onde havia maior número de casos deste tipo, o bairro São Luís. 

    “Por volta das 20h, entrou no posto dois motoqueiros para abastecer, quando eles o garupa em atitude suspeita, olhando muito para os lados. Fizemos a abordagem. Quando ele botou a mão na cabeça, o revólver sem cabo e caiu pela bermuda, e não tivemos mais dúvida de que eram eles”, falou o sargento.

    Uma vítima que teve o celular roubado dez minutos antes da prisão foi ao local da abordagem e reconheceu os suspeitos. “Creio que há mais integrantes desse bando. São jovens que estão envolvidos com drogas e que trocavam os celulares de modelos mais simples por duas pedras de crack. Os com câmera, eles trocam por três ou quatro”, acrescenta.


    Carlos Lustosa Filho
    redacao@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 07/04/14, 09:06
  • Serra de Santo Antônio recebe segunda etapa do circuito Cajuiína Trekking

    A programação quase toda pronta para a 2ª etapa do circuito Cajuína Trekking – Enduro a Pé. A etapa acontecerá no próximo dia 27 de abril, na exuberante paisagem da Serra de Santo Antonio, um dos pontos mais altos da região norte do Piauí, localizada no município de Campo Maior. Portanto, equipes divididas nas categorias turismo e graduado já podem garantir vagas no evento, podendo ser grupos de três ou quatro participantes.


    Com as chuvas constantes neste período, a paisagem de toda aquela região da Serra de Santo Antônio torna o lugar um verdadeiro cenário de belezas, com vegetação rasteira típica de cerrado nas áreas mais planas, trechos molhados, árvores frondosas, flores e plantas ornamentais nativas e cachoeiras e olhos d´água de encher os olhos. A equipe técnica do Cajuína Trekking já fez o reconhecimento da região e ficou encantada com a diversidade de roteiros que poderão entrar no percurso da prova, que terá aproximadamente nove quilômetros a serem percorridos.

    O briefing com as informações técnicas da prova e entregas das planilhas acontecerá no sábado, dia 26, a partir das 19 horas, em local a ser definido ainda nesta semana. Quanto à prova, a primeira equipe (graduada) largará às 8 horas da manhã do dia 27, partindo da Fazenda Jatobazal, a 19 km do centro de Campo Maior, no pé da serra de Santo Antônio. “Disponibilizaremos na própria planilha (mapa) da prova o ponto de deslocamento de Campo Maior até a serra e todos os demais detalhes da prova informaremos após o levantamento, que começaremos a partir desta sexta-feira (04), como o percurso, tempo de prova, neutralizados, pontos de hidratação, adendos do regulamento e muito mais”, destacou o diretor e organizador do evento, Landerson Carvalho.


    Landerson disse que a equipe que fez o reconhecimento da região ficou impressionada com as belezas naturais. “Teremos passagens incríveis, com região de cerrado, subidas e descidas numa região muito bonita e verde, além de uma cachoeira espetacular, que deixaremos para os atletas passarem no final do percurso”, destacou o diretor.  A premiação será no mesmo dia à noite, em local a ser definido.

    Deslocamento – A Organização do Cajuína Trekking fechou parceria com a Strada Turismo e os atletas terão um ônibus executivo com 50 lugares para levá-los de Teresina a Campo Maior e também a volta ao preço simbólico de R$ 8,00 por pessoa. A saída será da Imobiliária Gustavo Nogueira, no balão do São Cristóvão, na Av. João XXIII. 
     
    Da Editoria de Cidades
    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 03/04/14, 15:09
  • Triciclos podem ser adotados como modelo de transporte de passageiros

    O transporte de passageiros sob duas rodas no município de Campo Maior deverá ser inovado com a aquisição de triciclos, em substituição aos conhecidos mototáxis. O prefeito de Campo Maior, Paulo Martins se reuniu com o  superintendente Estadual do Banco do Nordeste, Luis Alberto da Silva Junior, para tratar do financiamento para os mototaxistas campomaiorenses adquirirem motos conhecidas como “Tuk-Tuk”, que deverão ser adotadas como padrão no transporte de passageiros na cidade.


    Segundo o prefeito, este tipo de veículo, com modelo adaptado de fábrica, dá maior facilidade no transporte de passageiros, o que permite ainda ao mototaxista, levar até dois passageiros em uma única viagem, gerando mais lucros. 

    "Outro ponto positivo do veículo é que o passageiro não precisa usar capacete, uma vez que a moto possui cinto de segurança e tem sua parte superior coberta dando assim mais conforto e segurança para o passageiro", reitera o prefeito de Campo Maior que reforça ainda que o objetivo é padronizar o modelo. 

    Ainda segundo Paulo Martins, a implantação do "Tuk-Tuk" em substituição ao modelo convencional- que custa R$ 8 mil e o triciclo cerca de R$ 11 mil- ainda é uma proposta que será consultada junto à categoria. 

    "Através de licitação, a prefeitura já adquiriu um triciclo que será sorteado entre os mototaxistas cadastrados e regularizados. Então, faremos uma campanha para saber a viabilidade da adoção do modelo. Se a proposta for bem avaliada, os mototaxistas poderão finaciá-la com todas as facilidades que um microempreendedor pode ter, com carência, baixas taxas de juros entre outros", finaliza Paulo Martins. 

    Em Campo Maior, atualmente, a Associação de Mototaxistas possui cerca de 180 empreendedores cadastrados, automaticamente, aptos a participarem do financiamento entre o Banco do Nordeste e a prefeitura.


    Graciane Sousa
    gracianesousa@cidadverde.com


    Comente aqui! / Em 03/04/14, 10:56
  • Fraude na Prefeitura de Campo Maior em 2010 provocou rombo de R$ 8 milhões

    Uma auditoria da Receita Federal feita nas folhas de pagamento da Prefeitura de Campo Maior em 2010 descobriu um rombo de mais de R$ 8 milhões com a fraude descoberta por auditores da receita federal mostram que o município arrecadava, mas não fazia o devido repasse para o INSS para garantir a aposentadoria dos servidores que contribuíram.


    Segundo o auto de infração da Receita Federal, órgão fiscalizador pelas receitas da União, o rombo total é de R$ 8 milhões e 164 mil só em 2010. Esse dinheiro deveria está nos caixas do INSS e garantir a aposentadoria de servidores e de prestadores de serviço da Prefeitura de Campo Maior.

    A investigação da Receita Federal foi feita com base em documentos e folhas de pagamento apreendidas em 2010 na Prefeitura de Campo Maior e após uma auditoria feita pelos auditores da RF se descobriu que foi desviado na Secretaria de Administração R$ 3,4 milhões, na Secretaria de Educação 2,3 milhões e na Saúde do Município R$ 2,4 milhões.


    A prefeitura de Campo Maior será obrigado a pagar contribuindo novamente. Um levantamento feito pela Receita Federal estima que a consolidação das dívidas da Prefeitura de Campo Maior é de R$ 70 milhões. Segundo a prefeitura, serão necessários pelo menos 30 anos para quitar a dívida e investimentos como calçamento, escola, compra de medicamentos, construção de casas populares ou na melhoria do sistema de abastecimento de água serão prejudicados.

    Da Editoria de Cidades
    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 01/04/14, 17:26
  • Barragem Emparedado se transformará em Complexo Turístico

    A região dos Cocais, ao Norte do Piauí, deverá contar com mais um ponto turístico, o balneário Emparedado, no município de Campo Maior, distante, a 78 km de Teresina. O processo licitatório para a escolha da empresa responsável pela obras, que vai integrar o complexo turístico dos Corredores, deverá ser iniciado em breve. 


    “Nossa meta é atrair milhares de pessoas para esse novo complexo turístico, formando um novo pólo de atração para nossa cidade, além de construir uma estrutura capaz de perenizar os rios que são alimentados pela Barragem do Emparedado”, destaca o prefeito Paulo Martins. 


    O ponto turístico terá uma área de 11 mil m² construídos, com piscina, palhoças, churrascarias, estacionamento, área verde, passarela e passeios com pavimentação poliédrica.


    Segundo Paulo Martins, além do balneário será construído ainda uma estrada vicinal para a ‘Rota Ecológica’, contemplando a comunidade Salinas, Boqueirãozinho, Cajazeiras, Emparedado até o Corredores.


    Da Editoria de Cidades
    cidades@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 01/04/14, 10:37
  • Aumento do volume das águas faz açude transbordar e inunda ruas

    Residências às margens do Açude Grande de Campo Maior ficaram inundadas após as fortes chuvas que caíram na região. Moradores da rua Alameda Dirceu Arcoverde e imediações ficaram assustados com o volume de água, que invadiu uma extensão de 100 metros da área urbana.  

                              Fotos: Portalcampomaior

    Para contornar o problema, que segundo populares é antigo e aumenta gradativamente com o acúmulo de lixo no local, a prefeitura de Campo Maior autorizou a realização de obras de drenagem de toda a extensão do sangradouro, para aumentar a vazão da lagoa.

                                 Fotos: Portalcampomaior

    “Já fizemos a limpeza no sangradouro para aumentar a passagem da água, agora é só esperar a natureza fazer a sua parte”, disse o secretário de Infra Estrutura, Luís Mororó.

                               Fotos: Portalcampomaior

                                Fotos: Portalcampomaior

                                   Foto: Portallider

    Em Campo Maior, a 76 km de Teresina, as fortes chuvas já duram três dias e parte do calçamento também ficou danificado com a água, que chegou a invadir o quintal de algumas residências.


    Graciane Sousa
    gracianesousa@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 30/03/14, 15:12
  • Homem é preso com várias cartelas de estimulantes sexuais com venda proibida

    A Polícia Rodoviária Federal apreendeu uma grande quantidade de medicamentos conhecido como "Pramil", estimulante sexual masculino, com venda proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  O motorista foi flagrado em uma blitz de rotina, no quilômetro 240 da BR-343, no município de Campo Maior, nesta quinta-feira (27). De acordo com informações da Polícia Civil, cada comprimido seria comercializado a R$ 5.


                               Foto: Portalcampomaior

    O medicamento apreendido estava escondido dentro de uma maleta. R.R.J, natural do município de Forquilha-CE, foi encaminhado ao 1º DP e deverá ser autuado em flagrante, pela comercialização de medicamentos sem registro da Anvisa.

    “Vamos encaminhar o material para ser periciado no Instituto de Criminalística em Teresina”, conta a delegada Taís Lages.

    O Pramil é um medicamento contrabandeado, já que é uma versão barata, paraguaia e proibida do Viagra. 

    "Vou pedir a liberdade provisória do meu cliente, uma vez que, ele tem profissão definida, endereço fixo e sem antecedentes criminais. Além disso, ele se compromete a colaborar com as investigações”, disse o advogado Márcio Soares.



    Graciane Sousa
    gracianesousa@cidadeverde.com


    Comente aqui! / Em 28/03/14, 11:40
busca
recentes

| © CidadeVerde.com 2014 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masávio |