Cidadeverde.com

Preso suspeito de assassinar jovem na Barragem do Bezerro

Após horas de investigação, a Polícia Civil do 17º Distrito Policial prendeu o suspeito de assassinar o jovem José de Ribamar Cardoso da Cunha Filho, 20 anos, na madrugada de domingo (01), na Barragem do Bezerro, em José de Freitas. Um adolescente de 14 anos que teria sido o pivô da discussão ficou ferido. 

   Foto: Reprodução Facebook

José de Ribamar residia na Zona Sudeste de Teresina

O escrivão Edson Magalhães informou que o homicídio ocorreu após uma discussão e que tanto vítimas como suspeito teriam envolvimento com crimes. 

"Testemunhas disseram que o jovem que morreu teria ferido o adolescente de 14 anos e o suspeito teria reagido em retaliação, ido vingar o amigo. Eles brigaram, houve perseguição e uma morte na beira do açude, mas ainda estamos confirmando o que teria motivado a discussão", explica Magalhães.

O suspeito foi preso na própria residência em José de Freitas e negou a acusação. Os dois baleados foram atingidos com pelo menos quatro disparos. O sobrevivente foi transferido para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT) e passa bem. O caso será investigado pelo delegado Hildson Rodrigues.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Jovem é morto e outro é gravemente ferido na Barragem do Bezerro

Um homem de nome José de Ribamar Cardoso da Cunha Filho, 20 anos, foi morto a tiros na madrugada deste domingo (1º) durante uma festa na Barragem do Bezerro, em José de Freitas. Um outro indivíduo, identificado como Francisco, também foi alvejado, levado ao hospital da cidade e, em seguida, transferido para o HUT em estado grave. 

 

Foto: Realidade em Foco

 

Segundo informações do cabo Vitório dos Navegantes, da PM de José de Freitas, o fato ocorreu por volta das 2h. “Esta é uma balada que ocorre todos os sábados. Nos relataram que houve um desentendimento entre dois grupos que se confrontaram, resultando na morte e no outro baleado”, descreve. 

O militar acrescenta que o suspeito do crime é um homem identificado como Robson, que está foragido. 

A polícia também encontrou no local do crime um revólver calibre 38. 

 

Carlos Lustosa Filho
carloslustosa@cidadeverde.com

Polícia recupera objetos levados em arrastão a ônibus na PI-113

                 Foto: Jfagora

A Polícia Civil de José de Freitas, em parceria com policiais militares, conseguiu recuperar parte dos pertences pessoais levados durante um arrastão a um ônibus que fazia linha entre Barras e José de Freitas. O delegado titular do 17º Distrito Policial, Luciano Alcântara, conta que os bens foram encontrados em um matagal no povoado Tucuns, zona rural de José de Freitas, e que os dois criminosos ainda foram cercados, mas conseguiram fugir. 

O assalto aos passageiros do coletivo intermunicipal ocorreu por volta do meio-dia de ontem (23) e parte dos objetos foram apreendidos já no início da noite. Mais de 20 pessoas foram vítimas do arrastão e registraram Boletim de Ocorrência. 

"Tivemos informações de que os bandidos estavam neste povoado e realizamos buscas no local. Os dois foram surpreendidos e na fuga abandonaram parte dos produtos do roubo: Um relógio, uma bolsa de couro e oito aparelhos celulares. Não foram achados documentos pessoais e nem dinheiro", explica Alcântara. 

O delegado confirmou ainda que os criminosos são os mesmos que renderam cerca de 40 pessoas durante assalto a um ônibus intermunicipal da empresa Arêa Leão que fazia linha de Barras a Teresina, na PI-113, no mês de janeiro. "Eles sempre age da mesma foram e já foram identificados. Estamos em diligência para capturá-los. Desta vez, conseguimos recuperar parte do que foi levado e as vítimas podem comparecer à delegacia para ter os bens restituídos", finaliza Luciano Alcântara.

 

Matéria relacionada

Dupla armada rende motorista, faz arrastão em ônibus e foge a pé

 

Graciane Sousa
gracianesosua@cidadeverde.com

Dupla armada rende motorista, faz arrastão em ônibus e foge a pé

Uma dupla armada fez um arrastão após render um motorista e um cobrador que trafegavam em um ônibus que fazia linha entre Barras e José de Freitas, a 48 km de Teresina. De acordo com o delegado Luciano Alcântara, o crime ocorreu por volta de meio-dia e  mais de 15 passageiros foram vítimas do assalto. A dupla embarcou no município de Cabeceiras e anunciou o assalto quando o veículo passava pela zona Rural de José de Freitas. 

  Fotos: JFagora

"Quando o ônibus estava na zona Rural eles anunciaram o assalto. Com arma em punho, eles renderam o motorista e o cobrador e levaram todos os pertences de valor dos mais de 15 passageiros que estavam no ônibus. Celulares, carteiras, bolsas, etc. Em seguida eles mandara o morotista parar e fugiram a pé, mas não desviaram o veículo da rota", contou o delegado.

Segundo Luciano Alcântara, a dupla é suspeita de ter participado de outro arrastão a umm ônibus que fazia a linha há cerca de um mês atrás. "Já estamos com um inquérito aberto investigando o caso, já enviamos uma equipe da Polícia Civil para Cabeceiras, onde eles embarcaram para tentar identificar a dupla, que já foi reconhecida por uma testemunha como sendo a mesma que praticou um arrastão há um mÊs atrás", acrescentou o delegado.

Da primeira vez, um carro aguardava os bandidos para dar apoio a fuga, mas desta vez nenhum veículo foi visto aguardando os assaltantes. Após o desembarque, o motorista seguiu direto para a delegacia. O veículo está sendo periciado e os passageiros estão prestando depoimento e registrando boletins de ocorrência neste momento.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Motoqueiro morre após colidir com ônibus em José de Freitas

Um lavrador identificado como Fernando Luís Pinto, 26 anos, morreu após bater a moto que estava em um ônibus da empresa São Joaquim. O acidente aconteceu na PI-113, por volta das 23h45 de sábado (14), entre os municípios de Teresina e José de Freitas.

Segundo informações do site JF Agora, a colisão foi frontal matando o condutor da moto na hora. A vítima residia na comunidade João Pereira, interior de José de Freitas.

O motoqueiro teria invadido a pista contrária onde estava o ônibus, que fazia a última viagem para Teresina. No momento do acidente, 20 passageiros estavam no veículo.

O corpo do lavrador, que ficou embaixo do ônibus, foi removido para o Iinstituto Médico Legal (IML) em Teresina.

Hérlon Moraes (Com informações do JF Agora)
herlonmoraes@cidadeverde.com

Após oito meses, polícia elucida morte de professor e dois são indiciados

Após oito meses de investigação, o delegado Luciano Alcântara concluiu inquérito sobre a morte do professor José Wellington Gomes, que desapareceu ao sair de casa em maio de 2014. De acordo com o delegado titular do 17º Distrito Policial, duas pessoas foram indiciadas: um adolescente de 18 anos e o servente de pedreiro Francisco Rubens Alves da Rocha que foi preso nesta quarta-feira (11), enquanto trabalhava no bairro Deus me Deu, em José de Freitas. 

A morte do educador teve grande repercussão no interior e em todo o Piauí. O corpo foi encontrado três dias após o assassinato, em avançado estado de putrefação, próximo a um lixão. 

Luciano Alcântara explica que o menor foi apreendido dias após o crime com o celular da vítima. "Após 45 dias no Centro de Internação Provisória, Zona Sudeste de Teresina, o adolescente foi liberado e responderá ao crime em liberdade. Ele não atrapalhou as investigações e também não vimos risco dele fugir da cidade", reitera. Por outro lado, o servente de pedreiro apresentou contradições no depoimento e ainda teria ameaçado testemunhas. A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Lirton Nogueira Santos, com o parecer favorável do Ministério Público Estadual, através do promotor de justiça Flávio Teixeira de Abreu Júnior.

"Ontem com o mandado ele foi preso no trabalho e nega as acusações, porém em depoimento, foram constatadas várias contradições. No dia do crime, ele disse que saiu de casa só a noite, mas pessoas o viram com o professor e o menor em uma moto, indo em direção ao local onde o corpo foi encontrado dias depois do crime. Existe no inquérito policial o desenho da dinâmica dos fatos, através de “croquis” demonstrando onde ocorreu o crime, onde foi encontrada a carteira de documentos da vítima e onde foi encontrada também a motocicleta da vítima.Tivemos informações de que ele estava ameaçando algumas testemunhas e por isso representamos pela prisão", explica Alcântara. 

Além dos dois indiciados existem ainda dois suspeitos, porém o envolvimento da dupla ainda não foi comprovada.

“Durante as investigações foram utilizados mais de um método de investigação, sendo que se chegou, além dos indiciados Francisco Rubens e ao menor, mais dois possíveis suspeitos que até o momento não tiveram comprovado envolvimento na morte de José Welington. O inquérito policial contém mais de 220 páginas de informações, sendo que no relatório definitivo, de aproximadamente 30 páginas é demonstrado o itinerário percorrido pela vítima no dia do crime, o resultado das perícias de local de crime, papiloscópica (impressões digitais), de exame cadavérico e a perícia no notebook da vítima", detalha Luciano Alcântara.

O inquérito da Polícia Civil concluiu que a motivação do crime foi latrocínio, roubo seguido de morte. Além dos dois celulares- um estava com o menor e outro nunca foi encontrado, foram levados cartões de crédito dos pais da vítima, que estavam na carteira do professor, cerca de R$ 78 em dinheiro e a motocicleta que foi encontrada cerca 900 metros da casa do menor, que à época do crime tinha 17 anos. 

Durante as investigações, exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML), em Teresina, no mês de junho, apontaram que Wellington Gomes da Rocha, sofreu traumatismo crânio encefálico e morreu com uma profundo golpe na cabeça. O delegado ressalta que vítima e suspeitos tinham proximidade e ambos estariam sob efeito de alguma substância entorpecente. 

Delegado Luciano Alcântara presidiu inquérito policial

 

Vítima fazia compras para suspeito ouvido no inquérito

O delegado conta ainda que um dos suspeitos mantinha uma relação próxima do professor. O outro, inclusive, tinha débitos com a vítima superior a R$ 1 mil e após a morte teve acesso ao computador e apagou dados que foram recuperados pela perícia da Polícia Civil. 

"José Wellington comprava para um suspeito muito próximo vários bens, como máquina fotográfica, camisas, perfumes. O professor era muito organizado e em um caderno e em seu notebook haviam informações de quem e quanto estavam lhe devendo. Eram três devedores, só que somente foram achados nexos, com esse suspeito", revela o delegado. 

O inquérito será analisado pelo Ministério Público Estadual que decidirá se denuncia ou não os indiciados. Francisco Rubens Alves da Rocha está recolhido em uma das celas da Delegacia de José de Freitas, à disposição da Justiça", finaliza Alcântara. "Na investigação foi comprovada a orientação sexual, fundamental para a elucidação do caso", finaliza Luciano Alcântara.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Bebê e mais três ficam feridos após carro capotar e sair da PI-113

Fotos: JF Agora

Um veículo com cinco ocupantes, sendo uma criança e um bebê de seis meses de idade, capotou na PI-113, entre as cidades de José de Freitas e Cabeceiras do Piauí, localidade São Luís, neste domingo (01).

O motorista, que não teve a identidade confirmada, seguia de Luzilânia com destino a Teresina, quando perdeu o controle do carro que saiu da pista.

Com o impacto, o carro- que ficou com a parte dianteira destruída' arrancou uma árvore. 

O condutor sofreu um corte na cabeça, três foram levados com ferimentos leves ao Hospital Nossa Senhora do Livramento e apenas um ocupante saiu ileso. As vítimas não tiveram a identidade confirmada e as causas do acidente ainda serão elucidadas.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Jfagora

Irreverência e criatividade marcam o Corso 2015. confira caminhões vencedores

  • Caminhão 'Os Heróis do Seca o Litro' ficou em 3º lugar
    JF Agora
  • Ex-deputado Robert Freitas, Neto Abdias e vereador Zilzimar no “Boteco do Cururu"
    JF Agora
  • 'Piratas do Caribe'
    JF Agora
  • Caminhão vencedor do Corso recebe premiação do prefeito Josiel Batista
    JF Agora
  • JF Agora
  • Caminhão "Paz na Torcida"
    JF Agora
  • JF Agora
  • Prefeito Josiel Batista com o contador Ubirajara Sepúlveda, no caminhão esportivo
    JF Agora
  • JF Agora
  • Caminhão 'Noivas no Hawaí' ficou em 2º lugar
    JF Agora
  • 'Minnie no Mundo Maluco das Negas' foi o caminhão vencedor do Corso
    JF Agora
  • Garçom Nivaldo em seu triciclo carregado de “animação”
    JF Agora
  • Caminhão "Chapolin no Corso"
    JF Agora
  • Amigos se vestiram de branco para participar do desfile de caminhões
    JF Agora
  • JF Agora

Dezenas de caminhões, carros de passeio com 'paredões de som' e foliões fantasiados marcaram o Corso 2015 de José de Freitas, que ocorreu no último sábado (31). O desfile de carros ornamentados antecede o tradicional “Zé Pereira”, que acontece nos dias 07 e 08, com vários shows musicais.

O percurso teve início por volta das 17h , no bairro Suco de Uva, seguindo pelas principais vias da cidade até a dispersão na praça central, por volta da meia-noite. 

A irreverência e a criatividade, aliada às cores, luzes e fantasias deram o primeiro lugar ao caminhão “Minnie no Mundo Maluco das Negas”. O grupo de amigos conquistou o bicampeonato e recebeu a premiação de R$ 1 mil do prefeito Josiela Batista. 

A ornamentação do caminhão “Noivas no Hawaí”, que apresentava como principal atração, homens vestidos de noivas com cachos de frutas espalhados por todo o veículo, conquistou o segundo lugar, cabendo ao caminhão “Heróis do Seca o Litro” a terceira colocação.

A decoração do carro “Piratas do Caribe”, que trazia os foliões em um barco flutuante com uma sereia na proa, também foi destaque. Outros temas como Chapolin Colorado e futebol também foram marcantes no desfile. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Jfagora

Lavrador morre após ser atropelado por dois veículos na PI-113

Fotos: Jfagora

O lavrador Antônio Crispim da Silva, 52 anos, morreu após ser atropelado duas vezes por veículos diferentes na PI-113, entre José de Freitas e Cabeceiras do Piauí. O acidente ocorre na noite deste sábado (01), quando o trabalhador rural andava de bicicleta.

Primeiramente, Crispim da Silva foi atropelado por um veículo vermelho e em seguida por uma caminonete. Ambos os motoristas, que não fora identificados, se evadiram do local sem prestar socorro a vítima. 

Apesar da gravidade, o lavrador foi socorrido com vida e levado ao Hospital Nossa Senhora do Livramento em estado grave, com varias lesões pelo corpo e na cabeça. Após atendimento médico, o paciente foi transferido para o HUT em Teresina, onde não resistiu e veio a óbito.

O atropelamento ocorreu nas proximidades da localidade Betânia, a poucos metros de  distancia da casa do lavrador. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML para realização de exame cadavérico, e em seguida liberado para a família. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Jfagora

Polícia de José de Freitas prende suspeito de estuprar filha no Rio de Janeiro

A Polícia Civil de José de Freitas prendeu na manhã desta quinta-feira (29) o homem identificado como Raimundo Mendes da Rocha, de 37 anos, que é suspeito de ter estuprado a própria filha no Rio de Janeiro. O mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça do Rio de Janeiro e cumprido após investigação coordenada pelo deelgado Luciano Alcântara.

Foto: Polícia Civil

O delegado explica que foi informado que Raimundo havia se mudado para o município foragido no Rio de Janeiro. "Após a informação entramos em contato com a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, que informou que estava abrindo um procedimento contra ele. Quando o mandado foi expedido efetuamos a prisão", explicou o delegado.

O suspeito foi preso na casa onde mora sua família no povoado Alto do Meio, na zona Rural do município. "Aguardamos o melhor momento para efetuar a prisão e inclusive fomos informados que hoje a noite ele deixaria José de Freitas", pontuou o delegado.

Raimundo está a disposição da Justiça na delegacia de José de Freitas e segundo o delegado sua prisão já foi comunicada ao Rio de Janeiro, que deve decidir se o suspeito permanecerá no Piauí ou retornará para o Estado onde cometeu o crime.

Segundo o delegado, Raimundo é de José de Freitas, mas viveu cerca de 18 anos no Rio de Janeiro. 

Mandado:

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Posts anteriores