Cidadeverde.com

Igualdade e Tecnologia na Saúde é tema de palestra internacional em Teresina

A Profª Sarah Dubowsky, da DeVry College of New York, visitou as unidades da DeVry Brasil  em Fortaleza, Teresina, Recife e Caruaru para um ciclo de palestras com certificação internacional. 

A palestrante esteve no dia 18 de agosto na FACID | DeVry, em Teresina, onde ministrou os temas "igualdade e Tecnologia na Saúde: reduzindo as diferenças" e "Evolução da saúde:  Medicina reativa à preventiva". A palestra teve tradução simultânea para a platéia

Tiago Percy, acadêmico do Bloco 10 do Curso de Psicologia da Faculdade, ressaltou a oportunidade de participar de duas palestras internacionais na FACID/ DEVRY: "foi uma experiência bem rica para minha vida acadêmica. Tive a chance de entrar em contato com as realidades de outros países e culturas, o que nos possibilitou uma troca de experiências e um aprendizado que poderei utilizar futuramente na minha carreira profissional. 

O ciclo de palestras faz parte do conjunto de benefícios internacionais que a FACID | DeVry oferece aos seus alunos, como o EnglishPro, curso de inglês  com preços subsidiados pela DVB, e o Semester Abroad, programa de intercâmbio em que, pagando a mesma mensalidade praticada no país, os alunos podem estudar um semestre na DeVry University da Califórnia, nos Estados Unidos, e aproveitar as disciplinas cursadas aqui no Brasil. 

A Palestrante
Professora Sarah é Bacharel em Engenharia Biomédica pela University of Rochester, PHD em Engenharia Biomédica pela Rutgers e tem Pós-doutorado pela University of Medicine and Dentistry of New Jersey. Sarah leciona desde 2010 diversas disciplinas voltadas para a área da Saúde e Tecnologia na DeVry College of New York. Desde 2012  é membro do Comitê responsável pela criação do currículo do curso de Engenharia Biomédica na DVU, A partir de 2014 tornou-se Coordenadora Operacional dos cursos de Engenharia e Tecnologia da Informação. Ano passado, Dra. Dubowsky foi contemplada com o Ron Taylor Award da DeVry University e também foi PRIDE Award em 2012.

 

Rede de varejo em tecnologia, lança o APP Descomplick

A Ibyte, rede de varejo em tecnologia, lança o APP Descomplick, mais uma forma de interação com o consumidor. Através do aplicativo, os usuários terão acesso a todos os canais de venda da empresa, acompanharão as promoções e campanhas, todos os detalhes sobre os serviços disponíveis do Ibyte Service, além de um canal exclusivo de Tira Dúvidas. O APP é gratuito e está disponível nas versões Android via Google Play e IOS na Apple Store.

Através da ferramenta, é possível também ficar atualizado com os posts do Blog Descomplick, que apresenta conteúdo relevante sobre tecnologia e novas tendências na área. 

No canal Tira Dúvidas, por exemplo, o usuário pode escrever seus questionamentos e enviar no próprio APP. As respostas serão então publicadas através do aplicativo com divulgação nas redes sociais da Ibyte, ampliando assim a democratização da informação.

Além disso, é possível também acessar os serviços do Ibyte Service que vão além de uma simples assistência técnica. O usuário ficará informado da importância de uma limpeza preventiva, quem procurar para instalar uma rede wifi em casa e muito mais.

O aplicativo disponibiliza também acesso a todos os canais de venda da Ibyte: Loja virtual, Central de Vendas e Relacionamento e endereços das lojas físicas. Além dessas novidades, o aplicativo permite ainda acessar todas as redes sociais da Ibyte.

COMO BAIXAR:

- Entrar nas lojas Google Play ou Apple Store, procurar por Descomplick e baixar o aplicativo.

Teresina na rota do marketing digital

Teresina está no alvo do marketing digital. No dia 21 de julho, acontece a 12ª edição de 2015 do Meeting Digitalks, evento que vai percorrer 22 cidades do país, sendo 20 capitais, para discutir o que há de mais atual no segmento digital.  

Trata-se de um evento com 4 horas de duração (16h às 20h), que mescla 2 horas de debate com especialistas e profissionais do mercado e outras 2 horas para networking durante um happy hour. O Meeting é destinado a profissionais com interesse em alavancar negócios, trocar experiências com especialistas e se aprofundar em assuntos relacionados ao mercado digital.

Com o tema Marketing Digital: Mercado, Tendências e Estratégias, o Meeting trará um time de especialistas composto por grandes executivos do mercado, que discutirão, na prática, os rumos e as possibilidades do setor. Esse painel será comandado e mediado por Flávio Horta, Diretor do Digitalks.

“Teresina é uma das cidades de destaque no cenário digital do país, por isso, nada melhor do que dividir essa expertise com profissionais de outras localidades. Além disso, compartilhar conhecimento é uma das principais características do Meeting Digitalks, que reúne o mercado local para discutir o segmento num ambiente descontraído, que prioriza o conteúdo, o contato pessoal e o networking”, declara Flávio Horta.  

Entre os debatedores está o empresário Ney Lins, da hip Marketing e Comunicação Digital, sediada em Teresina. “O Meeting Digitalks será um momento importante para debatermos o mercado local e ter parâmetros do que está sendo feito no mercado nacional e até mesmo internacional, e qual a aplicabilidade disso para a nossa realidade”, afirmou Ney.

O Meeting Digitalks acontece no Seu Boteco, que fica na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 1867, das 16h às 20h. O evento reúne Meeting e happy hour, custa R$ 69,00 por pessoa e tem vagas limitadas para o melhor aproveitamento. A inscrição deve ser feita no site do Digitalks, através do link http://digitalks.com.br/eventos/meeting-teresina-2015/. Informações através do e-mail fórum@digitalks.com.br ou do telefone (11) 3159-1458.

 

Sobre o Digitalks

O Digitalks, empresa do Grupo iMasters, líder no setor de marketing digital, é especializado em difundir e promover conteúdo relacionado ao setor de marketing digital em todas as mídias. Para tanto, realiza atividades para desenvolver e fomentar o mercado digital, que possibilitam a abertura de novos mercados e a geração de negócios entre as empresas do setor em todo o país.

Com 6 anos de atuação no mercado, o Digitalks já atingiu mais de 10 mil profissionais que participaram dos treinamentos e congressos de marketing digital ao longo dos anos. Em 2015, os eventos passarão por todas as capitais do país, em formatos diferenciados. Além disso, o congresso realizado anualmente em São Paulo ganhou ainda mais corpo e vai se transformar no grande Fórum Internacional, reunindo todo o mercado digital brasileiro e da América Latina.

O projeto é um oferecimento de Baidu, IBM e Twitter e é mantido pelas empresas AD.Dialeto, Beats Brasil, ChannelAdvisor, Conversion, Dinamize, Goomark, Iagente, IgnitionOne, KingHost, Live Target, Media Response, Performa Web, Scup, Uol Host, Vitrio e Zanox. O projeto tem o apoio dos Business Partners: 80 20 MKT, Apiki Wordpress, Convert.Rocks, +Digital Institute, Goobec, Linkbrand, Maple Brasil, Putz Filmes, SiegelPress, Venda e Cia, Video Click e WebStorm.

Apple lança app que facilita troca de Android por IOS

Muito se tem falado das novidades lançadas pela Apple recentemente, como o IOS 9, o Apple Music, entre outras. Mas uma que me chamou a atenção foi o aplicativo Move to IOS, que visa ajudar na migração de um Android para o novo aparelho, que no caso é um iPhone.

Este tipo de aplicativo já existe em vários fabricantes, como no Migração Motorola, que fornece ajuda até para trazer dados de um Windows Phone para o novo celular, que é o Android. Agora, a Apple resolveu atacar com suas próprias mãos e criou um aplicativo para Android, chamado de Move do iOS (Mover para o iOS, em tradução direta) e que pretende transferir, sem fios, os contatos, histórico de mensagens, fotos, vídeos, favoritos do navegador, contas de e-mail, agendas, papeis de parede e músicas sem proteção de DRM, direto para o novo iPhone que o usuário acabou de comprar.

Além disso, o app irá localizar os apps gratuitos que estão no Android e também estão disponíveis na App Store e indicar que o download pode ser feito sem qualquer custo. Para os apps pagos que também estão em ambas as lojas, uma lista de desejos é criada e o usuário é avisado de que há opções pagas pelo que já pagou do lado do Android.7

O aplicativo deve ser lançado no Google Play logo depois do lançamento do iOS 9 para o usuário final, o que deve ocorrer em setembro deste ano - em tempo para o lançamento da próxima geração de smartphones da Apple.

WhatsApp chega à justiça trabalhista no Brasil

O WhatsApp ganha uso oficial na Justiça brasileira. A Justiça do Trabalho da 15ª Região (Campinas-SP) usou o OTT para promover um acordo de conciliação entre um trabalhador e uma empresa. As partes do processo fizeram toda a negociação pelo celular e só tiveram de ir ao Fórum Trabalhista para assinar a documentação. 

A negociação contou com a coordenação e orientação da juíza Ana Cláudia Torres Vianna, diretora do Fórum Trabalhista de Campinas e responsável pelo Centro Integrado de Conciliação de 1º Grau. Trata-se do primeiro processo finalizado por intermédio do projeto Mídia e Mediação, recém-implantado pela juíza, que usará a plataforma digital para estimular o diálogo a distância entre as partes.

Segundo Ana Claudia, a proposta é facilitar ainda mais o acesso à Justiça, usando todos os meios tecnológicos disponíveis na atualidade: "A nova modalidade de mediação nas plataformas virtuais permite maior rapidez nos encaminhamentos, não sendo necessário que se aguarde a designação de uma audiência para poder estar em contato com os mediadores. Tanto quanto a mesa redonda, a comunicação através de WhatsApp ou de outras mídias pode se mostrar como uma forma eficiente de fazer o diálogo fluir entre os envolvidos".

Após a formalização do acordo, basta fazer o peticionamento no Processo Judicial Eletrônico e a ratificação pessoal por parte do reclamante, como é praxe nas varas do trabalho. O projeto piloto já conta com dois números de celulares e dois tablets, que estão à disposição do CIC para promover a mediação. No caso que estreou o projeto, o trabalhador disse ter desenvolvido uma hérnia de disco por causa do serviço, que desempenhou durante menos de um ano. Ele a princípio queria receber R$ 12 mil, mas acabou fechando acordo em R$ 8 mil, com pagamento à vista.

Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-15.

Parceria garante desconto para o Campus Party Recife

 

Em julho, ao longo de uma semana, o Recife será a mais tecnológica das capitais brasileiras. De 20 a 23 será realizado o 35º Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC 2015). Logo após o público poderá  conferir a Campus Party Recife 2015, marcada para acontecer de 23 a 26 de julho. Ambos serão realizados no Centro de Convenções de Pernambuco.

Como se não bastasse ter os dois maiores eventos tecnológicos previstos para o Nordeste este ano em um único local, os participantes do CSBC 2015 poderão contar com um desconto de 15% na inscrição para a CPRecife 2015.

A promoção começou na última segunda-feira (18/05) e vai até o dia 29/05. Quem se inscrever para o CSBC 2015 receberá, no e-mail informado na inscrição do Congresso, um código a ser utilizado na aquisição da CPRecife 2015. Quem já garantiu vaga no CSBC 2015 nas últimas semanas, antes da parceria entre os dois eventos, também receberá um e-mail com o código promocional.

As inscrições para o CSBC 2015 são realizadas no endereço csbc2015.cin.ufpe.br/inscrição. Os valores dependem da categoria do participante (profissional e/ou estudante, associado ou não à SBC). Quem se inscrever até o dia 28 de junho também terá um desconto de cerca de 20% no valor de tabela e ainda poderá associar-se à Sociedade Brasileira de Computação.

Para a Campus Party Recife 2015, o link de inscrição é o recife.campus-party.org.

Sobre o CSBC 2015 - O 35º Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC 2015) terá como palco o Centro de Convenções de Pernambuco, de 20 a 23 de julho de 2015. O Centro de Informática da UFPE (CIn/UFPE) é o organizador oficial do evento e está montando a programação em torno do tema “A internet de tudo, toda observada”, e vai abordar a internet das coisas, considerada por especialistas uma das mais importantes tendências do setor de computação no mundo inteiro.

USP lança site com 800 videoaulas grátis

USP lança site com 800 videoaulas grátis, com a intenção de disponibilizar para o Brasil parte de seu acervo didático, a Universidade São Paulo (USP) criou o Portal e-Aulas USP. São cerca de 800 videoaulas divididas em três categorias específicas: Exatas, Humanas e Biológicas.

A motivação para o desenvolvimento e implementação do e-Aulas USP foi devido ao grande benefício que se observa com o consumo de objetos de aprendizagem em formato de vídeo disponíveis na Web, que tem demonstrado ser um grande aliado do aluno, que pode acessar este conteúdo de onde estiver.

Internautas podem acessar a vontade e assistir a aulas isoladas ou a matérias inteiras. Tudo de graça e sem inscrições. O único porém é que o site não emite certificados oficiais aos usuários.

O interessado também pode navegar pelas categorias e escolher, dentro delas, a aula de qual curso gostaria de assistir. A plataforma também sugere vídeos com conteúdo relacionado e é compatível com as redes sociais Facebook, Twitter e Google Plus. Algumas aulas estão disponíveis para download.

O endereço virtual foi elaborado pela Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da instituição. Além do material divulgado, o portal também compilou vídeos relacionados e possibilitou o compartilhamento de todo o seu conteúdo via redes sociais.

Fonte: http://canaldoensino.com.br/

4G somou 8,4 milhões de acessos em fevereiro

O Brasil alcançou a marca de 200 milhões de acessos em banda larga, revela balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). De acordo com o estudo, o número total de acessos chegou a 203 milhões no mês de fevereiro, o que representa um crescimento de 44% nos últimos 12 meses.

Do total de acessos, 178,4 milhões são pelas redes móveis de 3G e 4G. Nessa modalidade, reporta a Telebrasil, o crescimento foi de 50% em relação a fevereiro do ano passado. A banda larga pela tecnologia de quarta geração, que permite velocidade de conexão à internet até dez vezes mais rápida que a 3G, fechou fevereiro com 8,4 milhões de acessos.

Na banda larga fixa, os acessos somaram 24,5 milhões em fevereiro. Desse total, 2,1 milhões de conexões foram ativadas no período de doze meses, com crescimento de 9%. Já a banda larga móvel está, segundo ainda dados do estudo, ativada em 429 novos municípios, no período de doze meses. Ao todo, as redes de terceira geração estão instaladas em 3.930 municípios, onde moram 93% dos brasileiros. O 4G já chega a 147 cidades, que concentram 42% da população brasileira.

Nos últimos cinco anos, o número de acessos no Brasil, reporta ainda o levantamento da Telebrasil, cresceu cinco vezes, passando de 37 milhões em 2010 para 192 milhões em 2014. Além desse extraordinário crescimento, o que se verificou foi um aumento considerável no ritmo anual de ativação. Em 2010, foram ativados 15 milhões de novos acessos. Esse volume subiu para 24 milhões em 2011, 26 milhões em 2012, 48 milhões em 2013 e 58 milhões em 2014. 

Isso quer dizer que há cinco anos o ritmo de ativação era de dois acessos a cada quatro segundos e em 2014 chegou a dois acessos por segundo. O estudo destaca também que o Brasil levou 23 anos para chegar a 50 milhões de acessos e apenas 20 meses para chegar a 100 milhões. Daí, o prazo para atingir 150 milhões foi reduzido para 12 meses e o País chegou a 200 milhões em 10 meses.

*Com informações da Telebrasil

Radiodifusor prefere 3G fora da TV Digital

As emissoras comerciais preferem uma interatividade acanhada na TV Digital a abrirem espaço às operadoras de telefonia em seu quadrado. No grupo responsável pela transição tecnológica, a defesa é por conversores modestos e sem espaço para conexões 3G, por exemplo.

“Estamos negociando adotar o set top box no modelo B do Fórum SBTVD, sem canal de retorno”, admite Luiz Roberto Antonik, um dos representantes da radiodifusão no Gired, o grupo que reúne governo, teles e tevês para cuidar da implantação da TV Digital e do consequente desligamento dos sinais analógicos.

Ele se refere aos conversores que serão distribuídos a 14 milhões de famílias pobres, inscritas no Bolsa Família. São equipamentos que permitirão que mesmo televisores analógicos reproduzam a programação transmitida em formato digital.

Pelo padrão digital adotado pelo Brasil, esses aparelhos também devem ser ferramentas de interatividade. Mas a qualidade dessa experiência vai variar com a configuração técnica dos conversores. “É melhor ter uma interatividade pontual, de texto, sem troca de conteúdo pesado”, diz o presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV, Abert, Daniel Slaviero.

A opção por um conversor sem canal de retorno significa que esse equipamento não terá nem mesmo uma entrada do tipo USB, onde poderia ser conectado um modem 3G (ou mesmo 4G). Aparentemente, depois de ceder o espectro para a banda larga móvel, a radiodifusão não quer entregar mais nada para as teles. “A TV tem estrutura maior, tem como se defender tecnologicamente”, diz Antonik.

Mas não deixa de ser irônico. No rádio, a estratégia é exatamente usar dispositivos móveis para alcançar e interagir com os ouvintes. “A gente acredita muito na recepção via o chip da FM e a interatividade pela rede de celular”, destaca Slaviero. A Abert vai financiar R$ 1 milhão em aplicativos para que todas as rádios comerciais possam ser captadas por smartphones.

Dropbox inclui área de comentários em arquivos

O Dropbox passa a permitir que usuários deixem comentários nos arquivos hospedados na nuvem. O recurso permite também que os usuários convidem outras pessoas que não tenham conta no serviço para olharem os comentários em arquivos abertos, mas só usuários registrados podem colaborar com opiniões. Por enquanto, os usuários poderão deixar seus comentários por meio da versão para web. A ferramenta deverá chegar em breve aos usuários da versão mobile.


A ferramenta de comentários já esteve presente em uma versão paga do serviço Dropbox for Business. Buscando ampliar seu portfólio de recursos, a empresa já lançou aplicativos dedicados a fotos e e-mails. Na última semana, o Dropbox iniciou uma versão de testes para um serviço de documentos, Dropbox Notes, semelhante ao Google Docs em que várias pessoas podem editar o mesmo documento.  

Posts anteriores