14/08/13, 07:11

Nanda Costa: "A depilação desse jeito, para mim, é normal"

Atriz, capa da edição de agosto da 'Playboy' esteve, na noite desta terça-feira, em festa que comemora os 38 anos da revista masculina.

Fotos: Thiago Duran, Léo Franco e Felipe Cepeda/AgNews
Nanda Costa

Nanda Costa chegou com um modelito pra lá de ousado para prestigiar a festa que comemorou os 38 anos da revista Playboy. O evento, na noite desta terça-feira (13), contou com a ilustre presença da atriz, que brilhou na TV ao interpretar a mocinha Morena, em Salve Jorge.

Capa da edição de agosto da revista masculina, ela surgiu com um vestidinho preto e vermelho, bastante brilhante e mostrou o decotão e as belas pernas torneadas, além de uma gargantilha que tinha um pingente com seu nome.
Ao natural
Nos últimos dias, ela foi alvo de comentários por toda a internet por conta das partes íntimas da morena que, não depiladas, foram comparadas ao ensaio de Claudia Ohana. Enquanto algumas pessoas elogiaram a atitude, outras criticaram e chegaram a chamar a opção de "Mata Atlântica" e estilo "black power".

No Twitter, Nanda explicou o que a fez tomar a decisão de fotografar dessa forma. "Não depilei por escolha, fiz até foto em uma barbearia, mesmo assim não mudei de idéia. #souassim", postou. "Ô assuntinho pentelho...", escreveu em seguida.

Durante o evento, a atriz falou sobre o polêmico assunto que tomou conta do país. "Eu não esperava metade desse barulho. Ainda mais por conta de um assunto tão pentelho", disse ela, rindo e repetindo sua declaração ao microblog. "A depilação desse jeito, para mim, é normal. Não pensei que fosse inovadora e nem antiga."

Ela ainda falou sobre como ficou sabendo do burburinho e revelou que nem estava em casa quando tudo aconteceu. "Eu estava com uns amigos tomando choppe e falaram que eu tava nos TT do Twitter. Achei que fosse pela revista. Tinha gente que não ia com a minha cara e por isso mudou! O humor vai salvar o mundo. Agora tem gente que me fala, 'cansei de me depilar'".
A aventura do ensaio em Cuba
Com as fotos feitas em Cuba, pelo renomado Bob Wolfenson, ela disse que optou pelo país por conta do fator "caliente". "Escolhi Cuba pelo ineditismo, por ser um país quente com salsa, rumba. É um pais muito rico. Eu já conhecia e quis fazer", revelou, dizendo que foi delicioso participar do ensaio nu. "Foi uma delicia. Mas nada em Cuba é fácil. Quando pedíamos autorização, não falávamos que era pra Playboy, falávamos que era um ensaio e tinha nudez. Mas nem sempre deixavam fotografar".

Para Nanda, uma das vantagens das fotos terem sido feitas no país é a dificuldade de se obter conexão por lá. "Não tinha ninguém com celular tirando foto, internet. Então (as fotos externas) não iam vazar", disse.

Mas nem tudo foram flores em solo cubano. Em uma ocasião, a atriz quase se complica com as autoridades. Ela estava fotografando em um carro antigo típico e viu "um shorts e uma blusa voarem". Era a polícia chegando. "Aí comecei a me vestir", conta.

Nanda foi parar na viatura e os policiais quiseram ver as fotos do ensaio. A sorte foi que eles a reconheceram de Salve Jorge - Nanda explicou que as autoridades assistiram antes para aprovar o material. "Ele pediu para tirar foto comigo, mas não podia na hora por causa da farda. Eu disse,'passa lá depois no meu hotel que eu tiro a foto'".

A decisão diante da família
Para ela, contar à família sobre a decisão não foi a pior parte. "Quando topei fazer, minha família já me apoiou. O momento mais difícil foi de dar o 'sim' [à revista]." 


Os novos seios
Com os seios renovados após aplicar próteses de silicione (cuja quantidade de mililitros ela não revela), Nanda falou sobre a rotina após a cirurgia. "Coloquei do mesmo tamanho, só mudei o formato".Clicada comendo hambúrguer um mês antes das fotos, a atriz ainda disse que fez uma desintoxicação para que o ensaio ficasse ainda mais bonito. Quem já conferiu a capa e recheio da morena, comenta que o resultado não ficou natural. Ela, com bom humor, rebate: "É natural que não fique natural. É muito recente".

Inspiração no cinema
Como uma boa atriz, Nanda ainda contou que desenvolver a personagem foi divertido. "'Por que ela está nua na rua? Ah, porque ela não tem dinheiro para beber e fumar charuto'", brincou. Porém, apesar da aura de boemia das fotos, levou tudo a seco. "Não bebi enquanto fazia as fotos, foi a seco. A não ser quando viro uma dose de rum nas fotos.

Para encarar as fotos, Nanda dispensou o álcool mas encarou tudo inspirada no cinema. Ela contou que encarnou Lutécia - antes, as fotos seriam feitas em um hotel francês, mas Nanda decidiu mudar a locação e manter o nome. "Faço como no cinema. Porque a Nanda não gosta de fotografar", brincou o fotógrafo Bob Wolfenson.


Próximos planos
Com o fim de Salve Jorge e o ensaio para a revista, Nanda conta que não está pensando em folga e já tem mais três projetos engatilhados. Ela estará em três novos filmes: Língua Seca, Meu Tempo é Agora e Love Film Festival. E, em breve, ela também deve voltar à televisão. Mas sobre isso, preferiu ainda não se expor.


Fonte: Quem

| © CidadeVerde.com 2014 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masvio |