05/08/13, 14:08

Sindicato critica decisões do TST e falta de segurança nos Correios

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios, José Rodrigues, criticou nesta segunda (05) a falta de segurança nas agências do órgão no Piauí. Segundo ele, a direção da empresa vem sendo beneficiada por decisões e liminares do Tribunal Superior Eleitoral, desobrigando a entidade de investir em itens de segurança.

Evelin Santos/Cidadeverde.com

José Rodrigues explicou que há uma ação tramitando no TST para obrigar a direção da empresa a implantar segurança armada, portas giratórias, sistema de monitoramento por câmeras e outros métodos. Porém, após contratar a segurança armada, a direção dos Correios entrou com recurso e conseguiu uma liminar para não colocar portas giratórias.

"Só colocaram segurança particular e isso não resolve. Corre o risco de ter uma troca de tiros porque sem porta giratória o segurança fica sem muita opção de agir. O TST tem colaborado com o governo e age de forma política e não jurídica, contra os trabalhadores. A maioria das causas de grande importância para os trabalhadores, quando chega ao TST, ele engaveta ou dá uma liminar suspendendo o cumprimento. Tem várias decisões, como as terceirizações da atividade fim. O TST puxou para si e engavetou, prejudicando os trabalhadores e os concursos", comentou o dirigente sindical em entrevista ao Jornal do Piauí.


Hoje aconteceu assalto aos Correios do bairro Pio XII. Os bandidos levaram dinheiro do cofre.

José Rodrigues informa ainda que o sindicato tem entrado com ações cobrando indenizações por conta dos danos psicológicos a que os trabalhadores estão submetidos. "Queremos chamar os atendentes que estão amedrontados. O sindicato tem entrado com ação e tem conseguido, não o valor significativo, mas que dá para amenizar os danos", explicou.

Leilane Nunes
leilanenunes@cidadeverde.com

| © CidadeVerde.com 2014 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masvio |